Anuncie aqui

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Governo federal renova emergência pela seca em 153 municípios do RN

Com a seca prolongada, animais mortos às margens das rodovias que cortam o estado compõem cenário desolador (Foto: Anderson Barbosa e Fred Carvalho/G1)
O ministério da Integração Nacional voltou a reconhecer a situação de emergência de 153 municípios do Rio Grande do Norte que sofrem com a seca prolongada dos últimos anos. Com a medida, publicada no Diário Oficial da União, as prefeituras podem pedir apoio do governo federal para ações de socorro e assistência à população.

Além da possibilidade de obter fornecimento de água potável, por meio da Operação Carro-Pipa Federal, os municípios passam a ter direito a outros benefícios, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura junto ao Banco do Brasil e o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) para a retomada da atividade econômica.

Com validade de seis meses, o reconhecimento já havia sido dado em novembro do ano passado e foi publicado novamente agora em abril, um mês depois do decreto do governo estadual que estabeleceu, pelo quarto ano consecutivo, a situação de emergência nos municípios. O decreto permite que o Estado contrate, sem licitação, as obras e os serviços necessários para reduzir os efeitos provocados pela seca.
Em dezembro, o G1 publicou matéria mostrando que a mais longa e severa estiagem da história do Rio Grande do Norte estava fazendo o maior reservatório do estado secar. O nível da barragem Armando Ribeiro Gonçalves chegou a cair para 13%, mas tem melhorado e hoje é de 18% da capacidade, segundo dados do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn).

Atualmente, 30 reservatórios do estado estão secos ou em volume morto, de acordo com o Igarn. A reportagem também visitou sete cidades onde os canos estão secos ou há rodízio de água – em uma delas, até uma cidade submersa pela represa reapareceu. A seca afeta moradores, a produção agropecuária e até o PIB do estado.

Fonte G1 RN.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitaremos comentários anônimos. os Comentários Serão aceitos após uma rápida moderação, os conteúdos são de inteira responsabilidade de seus autores, em casos de ofensas pessoais ou injurias processos judiciais podem ser aplicados mediante a quebra de sigilo do seu IP.