Anuncie aqui

sábado, 8 de abril de 2017

68° Homicídio em Mossoró 2017: Ex-presidiário é morto a tiros ao parar em semáforo no Nova Betânia.

Mais um crime de homicídio provocado por disparos de arma de fogo, o segundo do dia, é registrado em Mossoró cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte. Desta vez o crime aconteceu em baixo de um semáforo localizado no cruzamento da Avenida Diocesa com a Rua João da Escóssia no bairro Nova Betânia, zona Oeste da cidade. 

Segundo o que apurou a Polícia Militar, a vítima Ranilton Inácio da Silva conhecido como "Juruna" de 35 anos de idade, morador da Rua Anatália de Melo Alves no bairro Paredões, trafegava com a esposa em seu veículo um Polo de cor preta, pela João da Escossia sentido centro, e quando parou no semáforo, dois indivíduos em uma moto se aproximaram do carro e o garupa efetuou vários tiros de pistola em sua direção. 

A esposa retirou o marido do banco do motorista e assumiu a direção do carro socorrendo Juruna para o Hospital Regional Tarcísio Maia, mas o mesmo não resistiu e morreu ao dar entrada naquela unidade hospitalar. 

A testemunha chave do crime, disse, aos Policiais Militares que atenderam a ocorrência, que há possibilidade de seu marido ter sido vítima de um latrocínio, uma vez que após ser baleado, o atirador puxou o cordão de ouro que estava no pescoço dele e o levou. 

O corpo de Juruna, será removido do HRTM para a base do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

Segundo informações da Polícia Civil, Ranilton Início cumpriu pena na Penitenciária Mário Negócio acusado de um homicídio ocorrido no ano de 2007 contra a pessoa de David Oliveira Bezerra e no natal de 2016 ele recebeu indulto, tendo sua pena extinta.

Ranilton Início da Silva, foi a 68ª vítima da Violência letal intencional em Mossoró, neste ano de 2017. A Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), vai investigar o caso para esclarecer a família e a sociedade os verdadeiros motivos do crime.
Fotos e informações Fim da Linha



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitaremos comentários anônimos. os Comentários Serão aceitos após uma rápida moderação, os conteúdos são de inteira responsabilidade de seus autores, em casos de ofensas pessoais ou injurias processos judiciais podem ser aplicados mediante a quebra de sigilo do seu IP.