Anuncie aqui

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Com cheia de Rio comunidades ficam sem acesso a zona urbana em Felipe Guerra.

Passagem molhada de boqueirão/Foto Marcio Costa
Em Felipe Guerra algumas comunidades Rurais voltam a enfrentar o antigo problema com a cheia do Rio Apodi/Mossoró, a cada ano de inverno muitas comunidades rurais do município ficam ilhadas sem acesso a zona urbana.

Comunidades como, Boqueirão, tabuleiro, riacho preto, São Lourenço I e II, passagem funda, rosário, fazenda nova, Pindoba I e II, Santana em Felipe Guerra e outras comunidades rurais dos municípios vizinhos de Caraúbas e Apodi, sofrem com a cheia do rio, pois ficam sem acesso a zona urbana do município de Felipe Guerra.

Chuva que traz esperanças aos sertanejos e transtornos para quem precisa ir e vim à zona urbana da cidade. Enquanto isso os canoeiros já se preparam para faturar, na passagem de São Lourenço a famosa e conhecida canoa de “Zé Damião” está sendo concertada e logo estará pronta para fazer a travessia dos populares.
Canoeiros já se preparam para a travessia da população/Foto Marcio Costa
A população cobra também do prefeito municipal uma ponte ou passagens molhadas que foram prometidas e ate o momento não foram construídas, passagens molhadas deveriam ser construídas pelo Governo Municipal, isso acabaria com a reincidência do problema a cada inverno enfrentado pelos moradores da zona rural.
Passagem das comunidades de Passagem Funda, Rosário e Fazenda Nova/Foto Marcio Costa

Passagem que da acesso a comunidade brejo boqueirão pela vaze-a/Foto Marcio Costa

Passagem de São Lourenço/Foto Marcio Costa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitaremos comentários anônimos. os Comentários Serão aceitos após uma rápida moderação, os conteúdos são de inteira responsabilidade de seus autores, em casos de ofensas pessoais ou injurias processos judiciais podem ser aplicados mediante a quebra de sigilo do seu IP.