Anuncie aqui

terça-feira, 22 de novembro de 2016

DENARC estoura casa usada como desmanche de motos roubadas e ponto de venda de drogas. Quatro suspeitos presos

Uma operação realizada na tarde desta terça feira 22 de novembro, pela Delegacia de Narcóticos (DENARC), prendeu quatro suspeitos e apreendeu drogas,motos roubadas e outros objetos ilícitos em Mossoró no Oeste Potiguar.

O alvo da operação segundo o delegado Antônio teixeira Junior, era uma residência localizada na Rua Iêda Rodrigues da Rocha no bairro Nova Vida (Malvinas). Os policiais da Narcóticos receberam denuncias através do Disk-denuncia 197 que na casa funcionava uma boca de fumo e desmanche de motos roubadas.

Durante a abordagem foram presas quatro pessoas, três homens e uma mulher e apreendidos, drogas, balança de precisão, notebook,celulares e várias peças de motos e duas motocicletas em processo de desmache.

Foram presos: Leandro Ferreira de Moura de 25 anos, natural de Apodí/RN, já com passagem pelo sistema prisional por tráfico de drogas, Allyson Ângelo de Oliveira Silva, 18 anos, natural de Touros/RN, Paulo Henrique Filgueira Trajano, 24 anos de idade, natural de Mossoró/RN e Vilmária Silva Frutuoso, de 24 anos, natural de Campo Grande/RN.

Os quatro foram encaminhados à Delegacia de Narcóticos, onde foram autuados pelo Dr. Teixeira Júnior, titular da especializada, nos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, formação de quadrilha e receptação qualificada.

Após os procedimentos na DENARC o quarteto foi encaminhado ao ITEP para identificação criminal e depois conduzido a unidades prisionais de Mossoró, onde ficarão a disposição da justiça.

De acordo com o delegado Teixeira Junior, Leandro Ferreira, já foi preso com 40 quilos de drogas em Natal/RN. A Operação da Denarc nesta tarde no bairro Nova Vida teve a colaboração da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar na condução dos acusados.
Fonte Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitaremos comentários anônimos. os Comentários Serão aceitos após uma rápida moderação, os conteúdos são de inteira responsabilidade de seus autores, em casos de ofensas pessoais ou injurias processos judiciais podem ser aplicados mediante a quebra de sigilo do seu IP.